LEIS AMBIENTAIS BRASILEIRAS

Andreia Cristina da Silva Oliveira

Percebe-se que a sociedade, em sua maioria, pensa em proteger o meio no qual vive, do qual faz parte, entretanto, só se preocupar não adianta, é necessária uma contribuição de toda a população, todos querendo ajudar de um jeito ou outro. Tornar possível um desenvolvimento sustentável. “Sonhar com países mais pobres devolvendo o lixo para o país de origem”, e cuidando da reciclagem devidamente, isto significará que a corrupção entre governos não será apoiada por poderes que devem colocar as leis em prática. Todos têm a obrigação de cuidar do seu lixo sem mandá-lo para países subdesenvolvidos ou desenvolvidos por “achar” que estes conseguem reciclar todo o lixo que recebem, exemplo disto a China que cansou de ser a lixeira do mundo. As Filipinas devolveu ao Canadá 1500 toneladas de lixo, e se percebe que alguns países desenvolvidos acabam resolvendo o “seu problema com o lixo” enviando-o para outros lugares com tecnologia ou não para realmente reciclá-lo, o problema aí não está no “reciclar” está no “o que recebem para reciclar?”, esta última questão é que está fazendo com que China, Filipinas ou Malásia “rejeitem” determinados “lixos” recebidos de outros países, pois estes vêm contaminando sua população e local ao qual são destinados. Leis e nações devem andar de mãos dadas para proteger o planeta Terra, senão, não sobrará história sobre como foi a Terra, quando se tinha florestas, focas, baleias, macacos, baleias, leões e outros para se contar para futuras gerações.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png

Sustentabilidade; Desenvolvidos; Subdesenvolvidos; Lixo; Leis.