EDUCAÇÃO DE SURDOS:
O BILINGUISMO COMO ATUAL E PRINCIPAL PROPOSTA EDUCACIONAL

Michelle Bruna Bilecki Mestre

Este artigo foi desenvolvido com a intenção de verificar o Bilinguismo como atual proposta educacional para Surdos (QUADROS, 2005), na qual ensina-se ao surdo a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), como língua materna e a língua portuguesa como segunda língua na modalidade escrita, abordando as especificidades do ensino bilíngue. Ao falar de bilinguismo remete-se ao ensino de duas línguas, sendo essas da mesma modalidade: línguas oral-auditiva. No caso do bilinguismo para surdos estamos falando de línguas de modalidades diferentes, o que os autores colocam como diglóssico (BRITO, 1989; FINAU, 2004). Trata a identidade e a cultura surda e sua construção sadia dentro do sistema escolar, estabelecendo a relação e importância da construção da identidade e cultura surda para que tanto no âmbito educacional como fora dele, o surdo possa desenvolver como membro participante autônomo na sociedade (WILCOX, 2005). Analisando o referencial teórico e por meio da pesquisa, foi possível constatar que a proposta educacional para surdos deve ser bilíngue, devendo considerar suas especificidades no processo de aprendizagem, identidade e cultura.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png

Surdo; Bilinguismo; LIBRAS; Identidade Surda.