DIFERENÇAS ENTRE INCLUSÃO E INTEGRAÇÃO SOB A ÓTICA DE PROFESSORES DA CLASSE COMUM

Sandra Regina dos Santos Barbosa

O presente artigo foi desenvolvido com o objetivo de investigar se os Estudantes Público-Alvo da Educação Especial (EPAEE) que estão matriculados na rede regular de ensino do Estado de São Paulo estão sendo integrados ou incluídos. A pesquisa demostra a visão do corpo docente a respeito da inclusão, bem como quais são as metodologias utilizadas por parte desses professores para que a educação inclusiva se efetive. Portanto, pretendemos demonstrar que a inclusão escolar dos estudantes público-alvo da Educação Especial nas escolas de ensino regular depende de estratégias de avaliação e implementação de acessibilidade física, pedagógica e formação continuada do professor que representa uma peça fundamental na execução dessa tarefa, a de ensinar a todos com qualidade afinal, a escola é uma direito de todos os estudantes.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png

Educação Especial; Educação Inclusiva; Inclusão; Integração.