A PRÁTICA DE JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Letícia Oliveira Macedo

O presente artigo tem por objetivo demonstrar a prática de jogos e brincadeiras na educação infantil. É importante compreender que por meio dos jogos e brincadeiras, as crianças desenvolvem saberes, resolvem conflitos, experimentam sensações, lidam com diferentes sentimentos e aprendem a conviver e a cooperar com o grupo. Enquanto brinca, a criança está pensando, criando e desenvolvendo, dentre outros coisas, o pensamento crítico. Brincar é uma realidade cotidiana na vida das crianças, e para que brinquem, basta que não sejam impedidas de exercitar a imaginação simbólica, instrumento que lhes fornece os meios de assimilar o real aos seus desejos e aos seus interesses. A brincadeira e o jogo são sem dúvida a forma mais natural de despertar nos educandos a atenção e o interesse para uma atividade. Os jogos devem ser apresentados gradativamente, por meio de um simples brincar, aprimorar a observação, comparação, imaginação e reflexão. Entretanto, por meio desta prática, os educandos desenvolvem a linguagem oral, a atenção, o raciocínio e a habilidade do manuseio, além de resgatar suas potencialidades e os seus conhecimentos também desenvolvem a criatividade tanto na expressão verbal e corporal na educação infantil.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png

Criança; Ludicidade; Aprendizagem; Jogos; Brincadeiras.