A APLICAÇÃO DOS MÉTODOS SITUACIONAL, ANALÍTICO E MISTO E SUAS INFLUÊNCIAS COM O DESENVOLVIMENTO DO CONHECIMENTO TÁTICO PROCESSUAL CONVERGENTE (INTELIGÊNCIA) DE ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL II

Lucas Amarante de Oliveira

O presente artigo busca verificar as influências da aplicação dos métodos, situacional, analítico e misto no Conhecimento Tático Processual Convergente (inteligência) em alunos do Ensino Fundamental II utilizando-se o basquetebol. A amostra foi constituída por 7 alunos, sendo 4 meninos e 3 meninas do 8° ano com faixa etária entre 12 a 13 anos. A metodologia foi composta pela bateria de testes KORA validada por Memmert (2002), para a verificação do Conhecimento Tático Processual Convergente nos parâmetros “oferecer-se e orientar-se” (KORA: OO), e “reconhecer o espaços” (KORA: RE). No período de pré-intervenção aplicou-se a bateria de testes KORA: OO e KORA: RE e em seguida, foram aplicadas 5 aulas com a utilização do método situacional. Após a realização das primeiras 5 aulas realizou-se novamente a bateria de testes (pós-intervenção 1). Posteriormente aos testes, as 5 aulas finais foram contempladas com o uso do método analítico. Ao final, reaplicou-se novamente a bateria de testes (pós-intervenção 2). Os resultados apontaram que os métodos situacional, analítico e misto quando comparados não foram capazes de apresentar melhorias evidentes nos parâmetros de Conhecimento Tático Processual. Convergente. Recomenda-se que futuros estudos levem em consideração o tempo de intervenção e a utilização de grupos experimentais e controle.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png

Basquetebol; Ensino-aprendizagem; Método situacional.