MÉTODO PAULO FREIRE: REFLEXÕES EM UMA PERSPECTIVA DE FORMAÇÃO CONTINUADA

Fabrício Masaharu Oiwa da Costa

Este artigo traz uma reflexão teórica acerca do método de alfabetização freireano, utilizado na década de 60 para alfabetizar trabalhadores rurais no Pernambuco e outros estados do Nordeste, sendo expandido pelo Brasil inteiro. O objetivo principal é a abordagem no contexto da formação continuada de professores, no intuito de refletir sobre aspectos sociais, culturais e históricos envolvidos e que precisam estar claros no processo formativo. Utilizou-se como base o contexto acadêmico, fazendo a problematização por meio de palavras rotineiras. Como resultado, percebeu-se que a exploração do universo temático e das palavras geradoras, pode, além da aprendizagem da língua nativa, proporcionar a percepção de diferentes nuances a que o homem e a mulher estão condicionados em sua realidade. Concluiu-se que a criticidade é essencial na formação e precisa estar presentes nos diferentes momentos formativos do professor.

RESUMO:

Alfabetização; Investigação Temática; Freire.

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png