LETRAMENTO: AMPLIANDO O CONCEITO DE ALFABETIZAÇÃO

Paula Dias da Cunha Ferreira

Este artigo tem a pretensão de proporcionar reflexões acerca do conceito de alfabetização e letramento, bem como, a importância da escola e consequentemente do professor, no processo de “alfabetizar letrando”. Diante das demandas de nossa sociedade contemporânea, sabemos que ser apenas alfabetizado não é o suficiente, ou seja, não basta apenas codificar e decodificar letras ou ler “mecanicamente” (silabando). Nos dias atuais é preciso ser alfabetizado e letrado, ou seja, utilizar a leitura escrita em sua função social, em práticas sociais, sendo um indivíduo crítico, autônomo e atuante na sociedade. Dessa forma, conclui-se que alfabetização e letramento apesar de serem práticas distintas, elas se complementam. O artigo tem como objetivo traçar um panorama sobre a evolução do conceito de letramento e a forma de avaliar e medi-lo no Brasil, além de evidenciar o papel da escola em refletir sobre o ensino e aprendizagem no contexto escolar e que este vai para além dos muros da escola, para a sociedade, no qual as pessoas precisam desenvolver os conhecimentos adquiridos na instituição escolar em seu dia a dia.

RESUMO:

Letramento; Alfabetização; Sociedade.

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png