TECNOLOGIA, ORALIDADE E GÊNEROS TEXTUAIS: REFLEXÕES ACERCA DE UM TRABALHO COM A LÍNGUA ORAL EM SALA DE AULA

Valdemir Melo de Souza

A presente pesquisa objetiva refletir sobre a importância do trabalho com a língua oral, do estudo do gênero e os usos das tecnologias contemporâneas na escola, propondo uma metodologia para possíveis atividades com a língua materna por meio do uso de tecnologias computacionais. Dentro dessa perspectiva de estudo, tomamos como base teórica os estudos sobre oralidade de (MARCUSCHI, 2001), (BORTONI-RICARDO, 2004), os estudos sobre os gêneros discursivos de (BAKHTIN, 2000) e as considerações e o conceito de oralidade abordado no PCN (Parâmetro Curricular Nacional). A relevância desse estudo se configura na contribuição do trabalho com o gênero textual, o uso das atuais tecnologias na escola e a modalidades oral com uma atividade flexão da língua como afirmam os PCN de Ensino Fundamental de Língua Portuguesa (BRASIL, 1997). Foi utilizada a metodologia qualitativa de investigação que consistiram na aplicação da tecnologia de áudio, utilização do gênero textual convite e questionários aplicados aos alunos público alvo da pesquisa. Os resultados mostraram-se positivos e eficazes, sedo possivelmente realizável nas aulas de língua materna.

RESUMO:

Gênero textual, Oralidade, Tecnologia.

Palavras-Chave: 

Baixar texto completo

PDF_ico.png