A VALORIZAÇÃO DA CULTURA INDÍGENA NO ESPAÇO ESCOLAR

Rosemeire Francisca Neves Pereira

Resumo

Este artigo aborda sobre a inserção da cultura indígena no cotidiano escolar como forma de ressignificar os povos indígenas que por épocas foram estigmatizadas pela visão eurocêntrica. Para isso, inicia trazendo uma reflexão sobre elementos que possibilitaram rever o silenciamento da cultura indígena, buscando legislações como primeiros passos para instigar a busca de maiores conhecimentos para apropriação de saberes dos docentes. Em continuidade, apresenta a estigmatização do povo indígena e a desvinculação com a cultura contemporânea da herança legada por estes povos como uma crítica que possibilita a desconstrução de estereótipos e reconstrução de uma perspectiva de valorização a cultura indígena, assim como o estabelecer de relações na cultura contemporânea vivida pelos estudantes. Em sequência, levanta algumas possibilidades de propostas e práticas pedagógicas que favorecem a inserção da cultura indígena no cotidiano escolar, se baseando na necessidade de vivências articuladas com historicidades para a promoção de aprendizagens significativas tanto dos estudantes quanto dos docentes. Por fim, conclui demonstrando que a cultura indígena ainda sofre para adentrar a escola com o esquecimento dado a este povo por muitas gerações que foram formadas com conteúdos didáticos que os inferiorizava, sendo necessárias políticas públicas mais fortalecidas no que concerne sobre a extensão de formações continuadas com debate sobre o tema para desconstruir estigmas e construir novas significações valorativas para a cultura indígena. Por objetivo, traz subsídios para permear reflexões a respeito da cultura indígena e o ambiente escolar, primando por transformações no cotidiano educacional com ciência da necessidade de trazer a importância desta cultura na formação dos sujeitos cidadãos que se encontram em idade escolar. Trata-se de uma pesquisa de revisão de literatura.

Palavras-Chave: 

Cultura Indígena; Herança Cultural; Povo Indígena.

PDF_ico.png