UM OLHAR SOBRE A BRINCADEIRA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Erika Ive dos Santos

Resumo

Este artigo busca discutir a importância da brincadeira na Educação Infantil. Discorre sobre o papel do lúdico, espontâneo e dirigido na construção de saberes e no desenvolvimento de relações entre os atores da Educação Infantil, em especial a relação afetiva entre as crianças, pois sem esta, a plena construção de autonomia se torna improvável. O objeto de estudo abordado visa explicitar a relação do educar, das relações lúdicas e da construção emocional e comportamental das crianças. O tema a ser tratado realça o desafio cotidiano de imprimir intencionalidades na ação do professor, desmistificando a falácia, muitas vezes difundida, que o ato de brincar é o momento em que as crianças não estão em processo educativo, mas tão somente em um hiato de lazer entre outros momentos educativos, estes sim importantes. Esta intencionalidade requer uma ação consciente e planejada do educador, bem como uma formação reflexiva e crítica. Concepções arcaicas, onde a criança é vista como receptáculo do saber, não possibilita uma exploração máxima desse recurso indissociável na Educação Infantil dos dias atuais.

Palavras-Chave: 

Educação Infantil; Lúdico; Intencionalidade.

PDF_ico.png