TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA E POSSÍVEIS INTERVENÇÕES TERAPÊUTICAS: UMA REVISÃO

Ana Paula Silva Mota, Rangel Lima Costa, Marize Fonseca de Oliveira, Marco Aurélio Alves França, Paloma França de Oliveira, Márcia Daiane Silva dos Santos

Resumo

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) apresenta características de prejuízo persistente na comunicação social recíproca e na interação social, padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses ou atividades. Este trabalho objetivou analisar as publicações relacionadas às intervenções psicológicas mais frequentes na literatura no tratamento de crianças com TEA. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, descritiva e de revisão de literatura, em que se buscou a análise de artigos publicados sobre essas intervenções. A pesquisa explorou informações disponíveis nas plataformas SCIELO e LILACS, utilizando-se os descritores: Autismo Infantil, Análise do Comportamento Aplicada ao Autismo e Autismo and Análise do comportamento. 213 artigos foram encontrados e, após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, 9 foram selecionados, publicados entre 2015 e 2020, elaborados no Brasil e baseados em estudos empíricos. Os estudos resultados indicaram que as crianças diagnosticadas com autismo sofreram distintos tipos de intervenção, e todas apresentaram ganhos significativos no desenvolvimento, com destaque para a Análise do Comportamento Aplicada ao Autismo (ABA) e Sistema de Comunicação por Troca de Figuras (PECS). O presente trabalho apresenta positivas contribuições para o campo da saúde, especialmente nas áreas de neurociência e psicologia, que possuem o comportamento humano como um de seus objetos de estudo.

Palavras-Chave: 

Transtorno do Espectro Autista na infância; Análise do Comportamento; Intervenção.

PDF_ico.png