COMO INCENTIVAR A INTELIGÊNCIA DA CRIANÇA NOS PRIMEIROS ANOS ESCOLARES

Eliete Maria Neves Torres

Resumo

A inteligência humana é diversa em todo o seu contexto, entretanto, o processo de formação do aprendizado requer acompanhamento e contínuos estímulos para que a pessoa se encontre naquilo que de melhor possa produzir. Nós seres humanos somos privilegiados por possuir a condição de absorver as informações às quais somos submetidos com maior facilidade. As diversas inteligências encontradas na pessoa humana requerem aprimoramento para seu correto uso ao longo de toda uma vida. O estimulador como parte efetiva deste contexto, é peça fundamental para a condução de um grupo, seja de pessoas nas mais diversas atividades ou alunos em um ambiente escolar, buscando identificar no ser, sua verdadeira capacidade, para isso, precisa-se de acompanhamento e contínuo aprendizado. O estudo sobre a diversidade da inteligência do aluno e como incentivá-la na escola, principalmente na fase criança, é coerente com o tema tratado por diversos autores, mas principalmente relacionado ao estudo do professor Celso Antunes, que contribuiu com o tema em suas publicações como “Inteligências Múltiplas e seus jogos” (2006) e (3º edição 2007), “A teoria das inteligências libertadoras”, (3° edição, 2001” e “Jogos para a estimulação das múltiplas inteligências”, temas este que tratam da importância do incentivo a diversidade da Inteligência da criança no ambiente escolar. Como metodologia utilizada para este trabalho, foi utilizado a pesquisa bibliográfica, tendo como referencias as obras do autor citado, outros que comentam sobre inteligência humana e sua capacidade de transformação e aprimoramento com os conteúdos estimulados no ambiente escolar.

Palavras-Chave: 

Ambiente Escolar; Aprendizagem; Criança; Diversidade; Inteligência.

PDF_ico.png