A TRANSIÇÃO NUTRICIONAL COMO FATOR DETERMINANTE DO ATUAL CENÁRIO DE OBESIDADE NO BRASIL

Eduarda de Jesus Neri, Thaíssa Maciel da Silva, Rangel Lima Costa, Marize Fonseca de Oliveira, Maria Daiane Ferreira da Cunha Araújo

Resumo

A transição nutricional no Brasil caracteriza-se por mudanças alimentares e comportamentais que exercem influências sobre o modo de se alimentar e viver da população. Uma das consequências desse fenômeno têm sido o crescente aumento na prevalência do sobrepeso e da obesidade no país. O presente estudo objetivou analisar as consequências da transição nutricional como fator determinante do atual cenário de obesidade no Brasil. As principais mudanças observadas após a transição nutricional são o sedentarismo, a diminuição na prática de atividade física e as mudanças nos padrões alimentares, com a substituição do consumo de alimentos naturais, ricos em fibras e nutrientes, por produtos industrializados, ultra processados e com alta densidade calórica. Evidências mostram que a mudança do estilo de vida (MEV) constitui um método atenuante dos efeitos negativos da transição nutricional. Para o sucesso na adoção da MEV como forma de prevenção e tratamento da obesidade, faz-se necessária a adesão e o comprometimento da sociedade, dos profissionais e gestores da saúde, bem como a implementação de políticas públicas de caráter nutricional. Assim, é possível minimizar os efeitos negativos da transição nutricional, diminuindo os índices de obesidade e outras doenças crônicas não transmissíveis e, por fim, melhorar a qualidade de vida da população.

Palavras-Chave: 

Obesidade; Excesso de peso; Transição Nutricional; Mudança do Estilo de Vida; Alimentação e Nutrição; Determinantes da Obesidade.

PDF_ico.png