PRECISAMOS FALAR SOBRE GÊNERO COM OS ADOLESCENTES

Edilamar Caonetto

Resumo

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a adolescência é caracterizada pelo período da infância à fase adulta, que corresponde à faixa etária de 10 a 19 anos. É nesta fase que ocorrem inúmeras transformações biológicas como o crescimento dos ossos, desenvolvimento dos órgãos e sistemas e amadurecimento das características sexuais secundárias. O atual formato, desigual, das relações de gênero tem como reflexo a vulnerabilidade dos/das adolescentes. Ainda há muitas questões no contexto da sexualidade ainda vivenciadas com dificuldade pelos adolescentes. A primeira questão a ser apresentada pelas falas refere-se às diferentes identidades sexuais (homossexual, heterossexual ou bissexual). Sendo assim, o objetivo desse artigo é de alertar tanto a família quanto a sociedade em geral, sobre as questões relacionadas ao gênero e o quanto isso impacta diretamente a vida desses adolescentes que muitas vezes se sentem confusos, culpados, depressivos, sendo que muitos chegam a se suicidarem por não sentirem como parte da sociedade e ainda por sofrerem discriminação e até agressões verbais, físicas causando ansiedade e medo para aqueles que não se enquadram dentro da chamada heteronormalidade. Por essa razão, a escola é um espaço ideal para o tratamento dessas questões sobre a diversidade cultural e sexual. Além de levar ao pensamento crítico, bem como promover entre todos os agentes escolares um convívio que seja de respeito e democracia.

Palavras-Chave: 

Gênero; Adolescentes; Educação; Respeito.

PDF_ico.png