A AUTORIA DO GRAVADOR: UM DILEMA DA ARTE NO SÉCULO XIX, NO CONTEXTO DOS ARTISTAS VIAJANTES

Angela Maria de Queiroz Campos Mello Martins Pinto

Resumo

O presente artigo discorre sobre a coautoria do gravador de uma obra gravada baseada em um registro gráfico feito in loco, por um artista-cronista ou cientista-cronista, tendo como pano de fundo o Brasil do século XIX, pós-abertura dos portos, em 1808, bem como a importância da produção artísticas dessas expedições para a hermética e religiosa tradição artística brasileira.

Palavras-Chave: 

Gravador; Viajantes; Arte.

PDF_ico.png