TRABALHO DOCENTE, PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO E EDUCAÇÃO FÍSICA

Idayany Araújo Cardoso de Almeida

Resumo

Este trabalho tem como objetivo compreender como o trabalho, a alienação e a precarização se manifestam no trabalho docente na Educação Física. O trabalho docente contemporâneo é fruto do desenvolvimento de um longo processo histórico, a profissão de professor passou por várias transformações até alcançar consolidação legitimada em instituições reconhecidas para o ensino sistematizado de conteúdos essenciais para o desenvolvimento da humanidade. As questões centrais deste trabalho são: quais são as bases para se compreender por que o trabalho antes originava e humanizava e agora desumaniza o trabalhador? Por que o trabalho docente sofreu e sofre tantas transformações tendendo indubitavelmente para as formas mais precárias já vistas em todo seu processo histórico? Assim, realizamos um estudo bibliográfico de caráter teórico. Levantamos algumas categorias para nos auxiliar nesse processo: trabalho, trabalho docente, precarização, trabalho do professor de Educação Física. Verificamos que o trabalho alienado influencia de alguma forma todas as esferas da práxis social, sendo assim identificamos o trabalho docente enquanto um trabalho alienado e onde há trabalho alienado há precarização do trabalho, pois a precarização é uma categoria inerente ao modo de produção capitalista. Na Educação Física a precarização ganha contornos de automatização, fragmentação e intensificação do trabalho do professor.

Palavras-Chave: 

Trabalho; Precarização; Trabalho docente na Educação Física.

PDF_ico.png