SEXTING: EXPRESSÃO CONHECIDA OU VIVENCIADA NA ADOLESCÊNCIA?

Alexandre Jeremias, Érika Matos Pereira da Silva, Juliana da Silva de Almeida, Gabriela Moitinho Custódio, Marta Delgado Martins, Graciele Fagundes do Nascimento, Monalisa de Cássia Fogaça

Resumo

A palavra sexting é usada para nomear o envio e recebimento de mensagens de texto, fotografias ou vídeos com conteúdo erótico ou sexual. Objetivo e Método: O presente trabalho expõe os resultados de uma pesquisa de opinião (quantitativa) acerca do conhecimento e práticas do sexting entre adolescentes, utilizando uma amostra voluntária de 112 alunos do ensino médio, com idades entre 14 e 19 anos, de escolas das redes pública e privada do estado de São Paulo. A amostra foi coletada entre 25 de abril de 2022 até 13 de maio de 2022. Resultados: O termo sexting não era conhecido por 62% dos pesquisados. Nunca realizaram trocas de mensagens de cunho sexual (67%). Mas, 54% já receberam prints deste tipo de mensagem. Discussão e Conclusão: A quantidade de trabalhos e pesquisas sobre sexting no Brasil é muito deficitária e não abrange detalhes do perfil dos estudantes além de tipo de escola, idade e gênero. A maioria dos adolescentes pesquisados não se sentiam confortáveis na prática do sexting.

Palavras-Chave: 

Sexting; Psicologia; Adolescência; Escola; Ensino Médio.

PDF_ico.png