A BNCC E OS SENTIDOS DE ENSINAR EM TEMPOS DE FAKE HISTÓRIA

Francivaldo Alves Nunes

Resumo

Nos últimos anos, iniciou o processo de implementação da Base Nacional Comum Curricular (2017), nos currículos das escolas. Neste texto, procuramos demonstrar o sentido de ensinar história nestes tempos de mudanças curriculares. As novas exigências e como são percebidas, as novas formas de atuar, os conteúdos a trabalhar, as estratégias de atuação docente consolidadas e em ruptura, são questões que buscamos perceber. Para isso, adotamos como metodologia a leitura de referências bibliográficas, de forma a realizar um diálogo com autores relacionados com as temáticas: ensino de história, currículo, BNCC(2017),, atuação docente. A perspectiva que possamos compreender o espaço para história neste ambiente de mudanças de estratégias pedagógicas e de aprendizagem, associados às construções narrativas de eventos históricos que não se preocupam e não estabelecem os cuidados metodológicos exigidos pelo ofício de historiador.

Palavras-Chave: 

Ensino; Fake História; BNCC.

PDF_ico.png