A EDUCAÇÃO FÍSICA E O ENSINO REMOTO EM TEMPOS DE PANDEMIA

Fernando Alves da Silva

Resumo

O surto de COVID-19 tem sido perseguido em todo o mundo e, além disso, danos econômicos; este novo vírus está destruindo unidades de saúde em todo o mundo. Muitas pessoas foram infectadas e morreram todos os dias e, até agora, não existem medicamentos aprovados e comprovados para combater o COVID-19. Nesse sentido, muitos países têm adotado estratégias para evitar a disseminação do vírus durante a quarentena. O isolamento social tem causado impactos psicológicos e mudanças no cotidiano das pessoas, dessa forma, o exercício físico surge como alternativa para diminuir os problemas cognitivos desenvolvidos pelas pessoas durante a quarentena. O uso da tecnologia para orientar as pessoas durante as aulas de educação física tem se tornado uma ótima estratégia para quem não pode sair de casa. Além disso, a tecnologia pode inserir as pessoas em um ambiente imersivo aumentando sua interação, alegria, melhorando seus sistemas imunológico e cardiovascular. O professor de educação física deve ser considerado um profissional de saúde essencial neste período pandêmico, pois pode orientar e estimular o indivíduo a praticar exercícios físicos rotineiramente, a fim de manter e melhorar sua saúde.

Palavras-Chave: 

Exercício; Coronavírus; COVID-19; Educação física; Treinamento.

PDF_ico.png