POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA:
DESAFIOS NO CONTEXTO DO ESTADO CAPITALISTA

Vanilda Aparecida de Souza, Carolina Teles Rodrigues, Dagmar Tasca Dutra, Michele de Oliveira Gonçalves Araújo

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar as políticas educacionais no contexto da Educação Especial e Inclusiva, tomando como perspectiva de análise o movimento de redefinição do papel do Estado no cenário do capitalismo. Em relação aos procedimentos metodológicos, realizamos um estudo bibliográfico, abordando os constructos teóricos-conceituais sobre as políticas educacionais, no âmbito da Educação Especial e Inclusiva, retomando o processo de redefinição do papel do Estado no modo de produção capitalista. Os resultados permitem inferir que as políticas educacionais no âmbito da Educação Especial e Inclusiva precisam ser compreendidas como parte do contexto macro de redefinições do papel do Estado no contexto do modo de produção capitalista. As reflexões realizadas nesse artigo remetem à seguinte provocação: em uma sociedade capitalista marcada pela exclusão social parece paradoxal falar inclusão.

Palavras-Chave: 

Educação Especial; Inclusão; Políticas Educacionais; Estado.

PDF_ico.png