O COORDENADOR E SUA AÇÃO NA ESCOLA

José Heleno de Souza Júnior

Atualmente nas escolas públicas temos um ator formidável e importantíssimo para atuar como orientador, implementador e consolidador de ações coletivas no âmbito da unidade escolar, esse ator coadjuvante é o Coordenador Pedagógico, todavia com esses preceitos e méritos, é subordinados por documentos que o instruem para essa ação de buscar de forma coletiva a manter uma escola de qualidade e equitativa para todos que necessitam emergir para aprendizagens com significação social. No entanto, temos evidenciado as dificuldades de implementar ações constantes, tendo em vista seus desvios de função, pois, ainda existem gestores engessados que não permitem ação dos Coordenadores, entretanto, as ações para ter eficácia se faz necessário agir coletivamente entre os gestores para buscar conhecer, agir e atingir a melhoria da qualidade escolar, numa busca incessante de caminhos e dimensionamentos importantes para centralizar a escola com diretrizes coletivas, democráticas e participativa. Quando proposto essa temática da coordenação escolar é notório que há fragilidades numa existentes na gestão escolar, mesmo sabendo que os gestores perante as legislações possuem suas funções deliberadas, todavia, coordenar exige reciprocidade e ações coletivas da Equipe, pois, a escola é movimento espiral e cada dia existe um novo que acende e que requer olhar atencioso e foco do fazer o novo de forma diferente e progressiva.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Coordenador pedagógico; Coletivo; Gestores; Ações.

Baixar texto completo

PDF_ico.png