EU, TU, ELE UM SÓ:
REFUGIADOS E IMIGRANTES

Elisieux Neci da Silva Alencar

Promover encontros com significados para os bebês e crianças, respeitar os territórios onde vivem, conhecer a localidade onde a escola se situa, ter maior relação com as famílias/responsáveis para criar vínculos pode ser o início de uma educação que escute bebês e crianças em sua integralidade e condições sociais, respeitando-as e as trate com justiça e equidade. Oferecer dignidade para a vida dos bebês e crianças é função da escola ao apresentar a cultura como um bem comum, alcançado nas relações sociais. O enfoque da equidade procura reduzir o que impede os direitos fundamentais para conseguir um desenvolvimento integral. Considerando a educação como um bem público e dever do Estado; deve ser assegurado e compartilhado por todos. Nesta perspectiva o artigo tece considerações sobre a temática.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Equidade; Territórios; Dignidade.

Baixar texto completo

PDF_ico.png