EDUCAÇÃO MÉDICA E DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS:
REALIDADE OU UTOPIA

Aline Fonseca de Oliveira Costa

Julia Christina Arantes Moretto

Thalita Thereza Menezes Carneiro

As Diretrizes Nacionais Curriculares (2014), foram criadas com o intuito de otimizar o sistema de ensino na formação médica, porém o que se tem na teoria nem sempre é visto na prática. A real implantação das diretrizes nacionais é apresentada como um desafio diário por parte dos alunos, docentes, instituições e governo. Afirma-se isso, uma vez que tal processo é dinâmico, contínuo e exige mudanças culturais e estruturais por parte de todos envolvidos. Diante disso, esse artigo tem como objetivo a avaliação de quais são as maiores dificuldades a serem enfrentadas e o quanto as diretrizes são , de fato, implementadas na prática educacional, informações de extrema relevância visto sua notória importância na formação e educação médica de maneira holística e integral.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Diretrizes Curriculares Nacionais; Educação Médica; Estratégia de ensino.

Baixar texto completo

PDF_ico.png