PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE ARBOVIROSES NO ENSINO FUNDAMENTAL

Renan Cristiano Geraldo Cardozo

Junir Antonio Lutinski

A inserção de práticas pedagógicas no ensino sobre doenças virais transmitidas no Brasil representa uma forma alternativa de ensino. A maioria das crianças, público alvo para determinada estratégia de ensino, se interessa por dinâmicas motivadoras como jogos e práticas, desta forma tornando a abordagem participativa. O presente trabalho propõe a avaliação de práticas pedagógicas sobre Zika Vírus e Febre Chikungunya. As práticas pedagógicas foram realizadas no município de Chapecó – SC. Participaram da pesquisa duas turmas do oitavo ano do Ensino Fundamental de uma escola estadual. Para contemplar aspectos da transmissão e sintomas das arboviroses trabalhadas, foi utilizado um quiz com auxílio do data show, com o nome “Esse sintoma é realmente verdade?”. Para abordar a morfologia e biologia do mosquito Aedes aegypti, foi utilizado um estereomicroscópio, no qual os estudantes puderam visualizar a forma larval e adulta do mosquito. Para apresentar os criadouros potenciais de fase imaturas do A. aegypti e Aedes albopictus, foi realizada uma atividade extraclasse denominada “Caçando o mosquito”. As práticas pedagógicas agregaram ganho considerável de conhecimento para os estudantes voluntários, conforme questionário pós-avaliativo. A avaliação das práticas pedagógicas foi positiva.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Aedes aegypti; Febre Chikungunya; Zika vírus;

Baixar texto completo

PDF_ico.png