O DESAFIO DA EDUCAÇÃO EM SAÚDE E AS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS:
O CURRÍCULO E A FORMÇÃO MÉDICA

Aline Fonseca de Oliveira Costa

Julia Christina Arantes Moretto

Thalita Thereza Menezes Carneiro

As novas Diretrizes Curriculares Nacionais (2014), do Curso de Graduação de Medicina surgiram para evitar a formação médica centrada no biológico. Elas estabelecem duas novas estratégias: a vivência do acadêmico desde o primeiro período em diversos cenários de ensino-aprendizagem e a utilização de metodologias ativas. Assim, é proporcionado o desenvolvimento de competências e habilidades, além de oferecer experiências que levam a um conhecimento mais amplo e eficaz. É importante ressaltar, entretanto, que se por um lado na teoria essas diretrizes se mostram de extrema importância, por outro lado na prática as mesmas ainda possuem diversos empecilhos a serem superados. Diante disso, surge a necessidade de maiores estudos e esclarecimentos para que de fato, consiga-se implantar tais diretrizes na educação médica em prol de uma formação mais adequada.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Educação Médica; Diretriz Curricular Nacional; Metodologia Ativa.

Baixar texto completo

PDF_ico.png