O DESENVOLVIMENTO DA AUTONOMIA POR MEIO DE METODOLOGIAS ATIVAS:
A ESCOLA DA PONTE E EXPERIÊNCIAS BRASILEIRAS

Anmaly Natália Miguel Monteiro Gilbert

Natália Rigueira Fernandes

O presente artigo discorre sobre quatro instituições educacionais que trabalham com metodologias que buscam promover a autonomia dos educandos. Com seu problema de pesquisa, que busca compreender de que forma a metodologia adotada pela Escola da Ponte e por outras experiências no Brasil promovem a autonomia da criança no processo de ensino aprendizagem, a pesquisa é de cunho qualitativo. Procurando contextualizar e discutir esses processos, foi utilizado como instrumento metodológico pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, observação de dois espaços educativos e entrevista em um desses espaços. Teve como objetivo conhecer como as propostas metodológicas da Escola da Ponte e de outras instituições brasileiras sugerem promover a autonomia das crianças. Baseado nos objetivos, a autora transcorreu pelos aspectos citados anteriormente, e compreendeu que o processo de ensino aprendizagem das metodologias adotadas por essas instituições promovem a autonomia dos envolvidos em inúmeros aspectos. Sendo assim, o este processo deve ser trabalhado com constante cuidado, legitimando a filosofia que o baseia.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Autonomia; Metodologias Ativas; Ensino-aprendizagem.

Baixar texto completo

PDF_ico.png