JOGOS NOS ANOS INICIAIS: NOVOS MEIOS PARA A ALFABETIZAÇÃO

Simone Anulino dos Santos

O objetivo deste trabalho é pontuar sobre os jogos e o lúdico e suas contribuições na alfabetização, para tanto utilizaremos vários autores tendo assim vários pontos de vista sob um mesmo assunto, todas as leituras mostram a importância do jogo para a socialização e alfabetização dos alunos, o que nos leva a crer que ele se torna imprescindível para um momento alfabetizador rico e marcante, verdadeiramente inesquecível como deve ser esse período na vida de cada um dos educandos. Não podemos esquecer que o professor deve estar aberto para receber o material vivo que vem do aluno com sua historia de vida e que isso só vai acrescentar ao trabalho já que Murcia nos apresenta uma divisão dos jogos que se mostra muito rica e interessante, enveredando por essa trilha vemos que os jogos como auxiliares no processo alfabetizador também atuam como sociabilizadores, agregadores, formadores de grupos diferentes e fazendo com que as crianças se abram para o novo sem preconceitos. Jogos não são somente para os alunos passarem o tempo, são recursos didáticos para expandir seus pensamentos e abrir novos caminhos em que o aprender se torna um prazer e não uma tortura, ler é uma consequência natural, imperceptível, criada dentro da rotina suave das conversas, sem torturas, castigos ou cópias sem porque nem para quê, os espaços propícios para a alfabetização devem ser construídos junto com os educandos, pois assim eles se comprometem mais quando estão envolvidos em todo o processo: desde a criação até a elaboração e escrita das regras. Ao professor cabe oferecer uma gama de recursos para alcançarem os objetivos propostos.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Jogos; Alfabetização; Interdisciplinaridade; Ludicidade.

Baixar texto completo

PDF_ico.png