O LÚDICO COMO INTERVENÇÃO NOS PROBLEMAS DE APRENDIZAGEM:
UM OLHAR PSICOPEDAGÓGICO

Thiago Castro da Silva

Este artigo objetiva contextualizar, o papel que o lúdico desenvolve no processo de superação de dificuldades de aprendizagem apresentado pelos alunos das escolas públicas e privadas brasileiras. Esta pesquisa feita com caráter bibliográfico preocupou-se em alinhavar, a constituição do conceito do lúdico como ferramenta pedagógica na prática desenvolvida na rotina escolar para o entendimento de como solucionar os problemas apresentados pelo alunado e, consequentemente compreender como os profissionais utilizam a ludicidade, pois os processos orais, motores e cognitivos fruem de forma mais significativa quando usamos o brincar como eixo do processo de ensino-aprendizagem. A leitura do material bibliográfico selecionado comprovou que, o lúdico torna atrativa a prática pedagógica, dando ao aluno possibilidades de superar seus bloqueios e suas dificuldades. Percebe-se que a prática de intervenção no processo de aprendizagem por meio da ludicidade impõe ao processo melhora na aquisição do saber e potencializa o processo de formação biopsicossocial. A pesquisa demonstra um aumento da participação do ato lúdico na solução do surgimento do aumento de problemas e dificuldades que surgem nas relações que constituem o processo de aprendizagem. Considera-se que o brincar facilita a estruturação e assimilação dos conteúdos e conceitos mediados no espaço escolar.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Dificuldades de Aprendizagem; Lúdico; Psicopedagogia.

Baixar texto completo

PDF_ico.png