UMA VISÃO SOBRE O PERFIL DOS PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS NA REDE MUNICIPAL DE SÃO PAULO E OS DESAFIOS DA CARREIRA DOCENTE FRENTE À IMPLANTAÇÃO DO “CURRÍCULO DA CIDADE”

Paulo Henrique Aparecido

Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa de mestrado intitulada “A Implantação do Currículo da Cidade em Ciências Naturais na visão do Docente: Dificuldades e Impressões Iniciais”, cujo foco principal foi analisar a visão dos professores de Ciências Naturais da Rede Municipal de Educação de São Paulo frente à implantação do “Currículo da Cidade” e refletir sobre possíveis dificuldades encontradas pelos docentes. Procurou-se com esta pesquisa, de caráter qualitativo, fazer uma análise sobre o perfil dos docentes, os desafios da carreira no magistério e a sua percepção sobre as novas diretrizes curriculares municipais. Os resultados apontam para uma desvalorização da carreira nos últimos anos, em que os docentes tiveram uma redução substancial dos vencimentos, ao mesmo tempo em que seu trabalho se tornava cada vez mais desgastante, causando diversos problemas de saúde, inclusive emocionais, refletidos em uma alta taxa de absenteísmo. Com a implantação do “Currículo da Cidade” em 2018 o docente se vê diante de uma nova proposta curricular, que pode favorecer uma melhor organização dos conteúdos de ciências nos anos do ensino fundamental. Porém isso deve ser feito com os professores e a comunidade escolar sendo ouvidos e com a devida formação do corpo docente.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Currículo; Carreira Docente; Cidade de São Paulo; Ensino de Ciências; Formação Docente; BNCC.

Baixar texto completo

PDF_ico.png