ARTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL: MUSICALIZAÇÃO

Simone Anulino dos Santos

A musicalização como recursos serve como estimulo educacional no desenvolvimento, melhora todas as áreas de relacionamento tanto familiar quanto social, auxilia na aprendizagem de todos os alunos tornando-se um leque de possibilidades para que os alunos possam se expressar, aprender, brincar, desenvolver o gosto e a sensibilidade pela arte musical, se sociabilizar, melhorar a psicomotricidade, lidar com os sentimentos, não só os seus como também o sentimento do outro, tudo isso por meio da música. Música e a musicalização fazem parte do universo da educação infantil, são recursos utilizados e ao mesmo tempo é uma aprendizagem perceptiva que desperta a sutilidade, a noção espacial, escuta de si e do outro e é um estimulo à curiosidade traz ainda mudanças significativas na vida dos educandos, pois sendo parte da educação de base será ela a fomentar e abrir portas para novos conhecimentos auxiliando no entrosamento e na inclusão de todos, ao professor cabe então à tarefa de expandir o universo musical de seus alunos sem carregar preconceitos aceitando a história musical de seus alunos e a partir dela criando brechas para que novos conhecimentos sejam agregados, outros aprimorados, criando novas estruturas e refazendo o saber musical, recriando o homem vocal. Perpassar muros romper preconceitos ensinar a ouvir e pensar por meio de instrumentos, dar vez e voz esse é o papel da musicalização na escola, mas tudo isso é feito de forma lúdica, o brincar com os ritmos, com os sons que se pode criar que já temos e não sabemos, é o falar sério de brincadeira, construir por meio do nada das rodas e da sucata.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Música; Interdisciplinaridade; Musicalização; Dança; Educação.

Baixar texto completo

PDF_ico.png