SÍNDROME DE DOWN E INCLUSÃO ESCOLAR

Aline Martins dos Santos

Para uma percepção mais aprofundada sobre o portador da Síndrome de Down dentro da escola regular, optou-se pelo estudo e exploração de seu cotidiano, quanto melhor a criança for aceita pela família e pela comunidade, maior será o seu desenvolvimento. Este argumento busca elaborar uma obra de concordância com o desenvolvimento e especialização na formação do educando portador da Síndrome de Down desde seus passos iniciais a uma adaptação social. É relevante a presença de um professor capacitado, fazendo o encaminhamento apropriado com recursos e espaços físicos. O professor é o fundamental personagem para a formação de uma sociedade inclusiva. Sabemos que as dificuldades são grandes e que a ausência de informação é maior ainda. O portador da Síndrome de Down não é um enfermo e devemos nos conscientizar que temos que abandonar o medo dessas crianças que tem a diversidade estampada na face. Entendemos por inclusão o ato ou consequência de incluir.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Inclusão; Síndrome de Down; Educação.

Baixar texto completo

PDF_ico.png