PROPOSIÇÃO “CABEÇA COLETIVA”:
NOVAS RELAÇÕES COLETIVAS DENTRO DO ESPAÇO ESCOLAR

Mayara Fiorito Faraco

O diálogo constituirá a partir de um relato de experiência sobre parte do projeto de Arte que ocorreu em uma escola estadual, localizado na Zona Norte de São Paulo – SP juntamente com estudantes do Ensino Médio, no primeiro semestre de 2018. Este projeto teve como objetivo inicial trabalhar a coletividade para diminuir a violência existente na unidade escolar entre os estudantes, por meio da potencialidade de três proposições coletivas da artista/ educadora Lygia Clark: “Corpo Coletivo” (1970), “Rede de Elástico” (1974) e “Cabeça Coletiva” (1975). O artigo é um relato de experiência da construção e vivência apenas da última proposição “Cabeça Coletiva” e como resultou em novas relações coletivas entre os estudantes.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Arte-educação; Coletividade; Relato de experiência.

Baixar texto completo

PDF_ico.png