OS DESAFIOS DA EXPERIÊNCIA DOCENTE NA CONTEMPORANEIDADE: DESGASTES FÍSICOS E MENTAIS

Alcione Aparecida Souza de Lima

Vivemos em um mundo onde as relações sociais/culturais estão sempre em constantes transformações. Assim sendo, como as instituições escolares fazem parte deste contexto também se modificam com este e desta forma suas atribuições e funções vão sendo adaptadas de forma periódica. Em meio a isto tudo está a figura humana do educador, enquanto mediador do conhecimento que também sofre sobre si e tem que alterar ao meio no qual está inserido tais mudanças, algumas acontecem de forma rápida outras nem tanto, porém todas acontecem. Mudar ao meio enquanto transformar a si mesmo e assim adequar-se ao novo formato de ser educador não é uma tarefa fácil. A sociedade exige mudanças constantes, traz questionamentos de valores éticos, inovações digitais, processos cada vez mais intenso de globalização, somado a isso o docente traz consigo ainda inúmeras questões pessoais, aliadas a sua formação pessoal que talvez não acompanhe as mudanças que se imponham, jornada dupla ou tripla de trabalho em brusca de uma remuneração mais digna, o cotidiano diário e suas inúmeras variantes em sala de aula, políticas públicas educacionais que deveriam serem revistas( dualidade na função da escola que acaba fazendo uma função social que não é sua é da família); o profissional acaba de deparando com estas e outras questões e condições a serem elencadas e pesquisadas que podem comprometer a qualidade de sua prática pedagógica por fim limitá-lo físico e psicologicamente para o desenvolvimento da mesma, independente do quanto seja qualificado e esteja comprometido com seu trabalho. Este trabalho tem como intenção pesquisar, possíveis soluções para que o sistema educacional qualifique e não desqualifique seus profissionais e tenha que repô-los de forma constante antes de sua aposentadoria.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Professor; Doenças; Desmotivação; Ensino.

Baixar texto completo

PDF_ico.png