O USO DE DROGAS LÍCITAS PELOS DISCENTES DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA: CAMPUS DE CAPANEMA-PA

André Hideyoshi Afonso Tanaka

Thiago Thomé da Silva

William de Lima Nascimento

Ismael de Jesus Matos Viégas

Diocléa Almeida Seabra Silva

Socorro de Fátima Souza da Silva Viégas

Alasse Oliveira da Silva

O álcool e o cigarro convivem com a humanidade há muito tempo, tendo em alguns casos vínculo cultural. Mas conforme o uso exagerado, problemas surgem e podem afetar as pessoas de várias formas. Objetivou-se analisar o conhecimento e uso de álcool e cigarro pelos alunos do curso de bacharelado em Agronomia da turma de 2015 da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) Campus de Capanema-PA. Foi realizada pesquisa quantitativa, do tipo levantamento, em sala de aula e a amostragem foi obtida por meio de um questionário único com 31 questões aplicado a 46 alunos, sendo 22 mulheres e 24 homens, com faixa etária de 16 a 55 anos. Constatou-se dados preocupantes, como a não associação do consumo de álcool e cigarro, como um agente nocivo para saúde de quem os consomem, por 26,1% dos alunos. Divergências sobre o entendimento do que é ser influenciado e consumo frequente. O uso do cigarro é evidente que causa malefícios para saúde, mesmo com o consumo sendo mínimo. Já o álcool, o que afeta é o seu consumo de forma exagerada, sendo assim, não o álcool em si o problema, mas o modo que as pessoas fazem uso dele. Ficou evidente também em casos de influência e frequência que houve duas formas de interpretação.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Álcool; Cigarro; Universitários.

Baixar texto completo

PDF_ico.png