O PAPEL DO PROFESSOR CONSTRUTIVISTA NA ALFABETIZAÇÃO

Gisele Paneque da Silva

O ponto de partida do presente artigo é apresentar a importância do papel do professor embasado na proposta construtivista perante a ação de alfabetizar. A partir de pesquisas bibliográficas sobre o tema e com fundamentos teóricos baseados na teoria construtivista e nas pesquisas sobre a psicogênese da língua escrita de Emília Ferreiro e colaboradores, pretendemos com esse trabalho adquirir subsídios para futuras práticas educativas e nos aprofundarmos a respeito de como a perspectiva construtivista concebe a alfabetização. No construtivismo o aluno, durante seu processo de alfabetização, precisa não somente entender os códigos da linguagem escrita, mas também apropriar-se de suas funções em diversos contextos comunicativos. Considera-se que para a proposta construtivista seja bem-sucedida na prática e as ações do docente sejam significativas em sala de aula é necessário que o docente tenha uma concepção em que ele deixe de ser o centro da ação educativa, e que explore a interação existente na sala de aula.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Construtivismo; Alfabetização; Docente.

Baixar texto completo

PDF_ico.png