O ENSINO DA HISTÓRIA DA ÁFRICA E DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA DE ACORDO COM A LEI 10.639/03:
ANÁLISE DE UM LIVRO DIDÁTICO DE HISTÓRIA DO 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Tamara Cristina Pellini Cordon

Tendo em vista que por mais de 500 anos recebemos uma educação eurocêntrica, uma educação que foi formatada pela visão colonialista e racista em um país onde a maioria da população é negra, pesquisa-se sobre o ensino da História da África e da Cultura Afro-Brasileira que a partir da Lei 10.639/03 tornou-se obrigatório nas escolas do país, a fim de conhecer quais são os conteúdos que devem ser ensinados nas escolas. Para tanto, é necessário conhecer as orientações que constam nas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN,2004), para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Realiza-se, então, uma pesquisa documental, especificamente mediante estudo das Diretrizes Curriculares Nacionais(2004), bem como, uma análise de um livro didático da disciplina de História do 3º ano do Ensino Fundamental a fim de verificar se o livro segue as orientações das DCN(2004). Diante disso, verifica-se por meio deste livro que depois de muitos anos de luta os livros didáticos enfim foram reelaborados e estão reparando os erros de séculos ao contar a história dos negros.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Ensino da História da África. Lei 10.639/03; Diretrizes Curriculares Nacionais; Racismo.

Baixar texto completo

PDF_ico.png