O ALUNO COM NECESSIDADES ESPECIAIS E O ENSINO DE ARTES

Paula Pisano Ataide

O presente artigo apresenta um caminho alternativo para o ensino de artes como ferramenta de inserção do aluno no contexto escolar, servindo como auxílio de autoconhecimento e na conceptualização da individualização dos alunos com necessidades especiais, buscando uma função expressiva para o auxílio na aprendizagem e interação com o meio de alunos que por diversas vezes são segregados de determinadas atividades por desconhecimento da forma com que suas especificidades deva ser trabalhada. O ensino de artes pode ser considerado como uma importante estratégia para o desenvolvimento tanto expressivo quanto representativo para a criança, e, por isso precisa ser valorizada com maior frequência na escola, abandonar a ideia do desenhar e pintar, vendo-a como disciplina curricular de extrema importância na cognição das crianças, em especial com as crianças especiais.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Artes visuais; Educação; Necessidades especiais.

Baixar texto completo

PDF_ico.png