GESTÃO EDUCACIONAL: PERSPECTIVAS DE PARTICIPAÇÃO

Elisângela Ribeiro Silva

A gestão escolar deve ser participativa e diretamente ligada a execução das aulas, bem como as questões de disciplina e ordem dentro da escola, a gestão ainda deve apoiar os professores constantemente mantendo um canal aberto de diálogo, deixando sempre um elo ligando-os a todo o momento. Contudo a gestão deve estar, todavia de portas abertas alem de trabalhar de maneira transparente. Da mesma forma que se administra uma casa para que ela funcione um gestor deve agir dentro da escola, de maneira humana, correta e firme em seus objetivos. Precisa-se também ter uma boa relação com os pais, pois da mesma maneira que os professores querem o bem dos seus filhos, o trabalho deve ser sempre executado em conjunto, e foi pensando justamente desta maneira que surgiu a necessidade de desenvolver este estudo, pois acreditamos que um bom gestor faz não só a diferença na instituição mas no futuro dos alunos e da sociedade. Desta forma este artigo demonstra o quanto é benéfico para as instituições de ensino sejam elas públicas ou privadas uma boa gestão educacional, procuraremos identificar os problemas que as escolas sofrem dentro de um âmbito geral, quanto a questões da gestão, e ainda tentaremos demonstrar uma boa administração educacional por meio da comparação de dados que estabeleça quais são as reais funções tem um gestor, em prol do bom funcionamento escolar. Este artigo aborda a problemática principal sobre quais são as funções do gestor dentro de uma instituição de ensino. A realização desta pesquisa será qualitativa por meio do levantamento de dados utilizando bibliografia publicada e bibliografia virtual de modo que possamos nos embasar de maneira consistente para conseguir abordar todos os pontos relevantes e pertinentes ao tema.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Gestão escolar; Administração escolar; Gestão democrática.

Baixar texto completo

PDF_ico.png