RESPEITO ÀS DIFERENÇAS ÉTNICO-RACIAL :
UMA REALIDADE NO CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO MUNICÍPIO DE CAMARAGIBE/PE

Ana Cláudia Xavier da Silva

Anatália Martins da Silva

Rozineide Iraci Pereira da Silva

O artigo apresenta a importância das práticas pedagógicas antirracistas na escola de educação infantil, desenvolvidas por professores de creche desde 2016 e a cada ano aumenta o engajamento dos outros professores para a realização desta prática que engloba o respeito às diferenças étnico raciais às crianças da Primeira Infância. É na Infância a fase de maior aprendizagem, pois tudo aquilo que as crianças têm acesso, e convivem, são referenciais na construção de suas teorias de mundo, suas ideias de família, de sociedade, de relações e de si mesmos. Mas também é nesta fase que a criança tem os primeiros contatos com a cruel realidade dos desrespeito às diferenças e ao racismo, expressos por meio da falta de representatividade afro-brasileiras e indígenas nas suas brincadeiras, cuidados e aprendizagem sistemática. Objetiva-se apresentar a importância de desenvolver atividades culturais de respeito à diversidade étnico racial, embasada na Lei 10.639/2003, que estipula o ensino de cultura e história afro-brasileira. Os resultados demonstram a importância da prática pedagógica no desenvolvimento das atividades que promovam cultura na Educação Infantil, na implantação do currículo do Eixo sobre Natureza e Cultura, constante na Proposta Curricular do Município, com respeito às diferenças étnico raciais e que as crianças tem acesso às atividades diariamente.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Cultura; Educação Infantil; Respeito; Diversidade.

Baixar texto completo

PDF_ico.png