O CARNAVAL DA “PARAÍSO DO TUIUTI”:
A ARTE NA CRÍTICA SOCIAL

Rosana Salvini Conrado

Silvana Salvini

O Carnaval, independentemente de sua origem, é um dos movimentos culturais que mais representa a “brasilidade”. Com o intenção de analisar o quanto esse movimento pode ser influenciado por necessidades sociais e o quanto essas necessidades se tornam visíveis por meio da arte carnavalesca, e com o objetivo de retratar, como exemplo, a participação da escola de samba “Paraíso do Tuiuti” nesse cenário, reconstrói-se o percurso da escola, desde a sua fundação. A abordagem dos diferentes temas que serviram como pano de fundo para a construção de seus desfiles nessa pesquisa possibilita reconhecer o Carnaval como uma manifestação artística que engloba variadas linguagens, com o propósito de construir ideias, defender opiniões, levantar questões e tecer críticas sociais também por meio de suas alegorias. Essa abordagem visa a salientar a importância da arte como instrumento de (trans)formação social.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Alegorias; Representação cultural; Escola de Samba; Crítica social; Indústria cultural; Sociedade.

Baixar texto completo

PDF_ico.png