A EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA ALUNOS SURDOS:
A IMPORTÂNCIA DA ACESSIBILIDADE LINGUÍSTICA

Niáscara Valesca do Nascimento Souza

Este artigo visa estimular comportamentos pró-ambientais em determinados grupos de pessoas surdas, verificar a representação social de alunos surdos regularmente matriculados no Ensinos Fundamentais ao Superior da Rede Pública do Município de Mossoró-RN sobre a poluição do Rio Mossoró e suas implicações na sua relação com o meio ambiente. O resultado é a criação de 11 sinais na Língua Brasileira de Sinais-Libras para a construção de um glossário pertinente à área de Ciências Ambientais. Desse modo, será possível aos surdos terem acesso a conteúdos vitais para o desenvolvimento de comportamentos pró-ambientais, além de possibilitar acesso às discussões atuais relacionadas ao meio ambiente, gerando uma participação maior destes tanto no meio escolar quanto na sociedade.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Libras; Criação de sinais; Meio ambiente.

Baixar texto completo

PDF_ico.png