ESTILO DE APRENDIZAGEM:
SABER ESTUDAR DE FORMA MAIS EFICAZ

Dulcinéia Brenha Poletto Kalleian

Este artigo tem por objetivo investigar a relação entre os Estilos de Aprendizagem e o desempenho acadêmico dos alunos de um curso de Ensino Médio de uma escola particular de São Paulo. Foram pesquisados 51 acadêmicos que estavam cursando a 2ªsérie do período vespertino no ano de 2016. Para se definir os estilos de aprendizagem dos pesquisados, o instrumento de coleta de dados usado foi um questionário do índice de aprendizagem de estilos de Felder - Silverman. A compreensão dos estilos de aprendizagem dos alunos é de extrema importância para os docentes, visto que possibilitam direcionar as estratégias de mediação pedagógica relacionadas às preferências de aprendizagem dos alunos. Os principais resultados demonstram que as dimensões dominantes de estilos de aprendizagem na amostra pesquisa são os estilos ativos (25,49%), sensitivos (11,76%), visual (25,49%), reflexivo (15,69%), intuitivo (13,73%), global (1,96%) e sequencial (5,88%). Os alunos foram orientados a estudar de acordo com seu estilo de aprendizagem e seguiram algumas indicações de como estudar de forma mais eficaz segundo Castro(2015), que é economista, mestre pela Yale University, doutor pela Vanderbilt University e professor em diversas universidades e pesquisador em educação.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Estilo de aprendizagem; Felder – Silverman; Habilidades.

Baixar texto completo

PDF_ico.png