EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS:
A FORMAÇÃO DO PROCESSO PRÁTICO- EDUCATIVO E SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM

Maria Clara Stacco Oliva

Este artigo aborda A Formação do Processo-Prático Educativo e sua importância no ensino-aprendizagem de Jovens e Adultos como forma de compreender teórica e empiricamente as metodologias e recursos didáticos utilizados na EJA, visando a atender o princípio da adequação destes à realidade cultural e subjetiva dos jovens e adultos. Objetivamos analisar as práticas educativas e pedagógicas na Educação de Jovens e Adultos buscando compreender suas especificidades. O presente estudo tem como referenciais metodológicos, a pesquisa bibliográfica. A pesquisa bibliográfica consiste no estudo das teorias de Freire em Educação e Mudança (1979), Fuck em Alfabetização de Adultos (1994), Ferreiro em Reflexões sobre alfabetização (2001), entre outros, possibilitando, assim, um conhecimento teórico que servirá como alicerce para a fundamentação de conceitos que envolvam a prática educativa de jovens e adultos. Diante dos percalços da Educação de Jovens e Adultos, observa-se que falta uma visão clara sobre os impactos da redução dos limites etários legais. De qualquer modo, a falta de relativa atratividade da EJA reitera a preocupação com a sua qualidade e capacidade de democratização. Conforme a perspectiva sociológica do conflito, pode tratar-se de escolarização pobre para alunos pobres, resultando e reforçando as disparidades sociais, nos termos da análise sociológica. Pode também ser um caso de estigmatização de uma modalidade educacional, em virtude do status socioeconômico dos alunos que a frequentam.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Educação de jovens e adultos; Alfabetização; Ensino-aprendizagem.

Baixar texto completo

PDF_ico.png