A LÍNGUA DE SINAIS E O BILINGUISMO E NO CONTEXTO ESCOLAR

Luciane Meire dos Santos

A língua de sinais é tão natural e complexa quanto às línguas orais, dispondo de recursos expressivos que permitem às pessoas surdas ou com problemas auditivos expressar-se sobre qualquer assunto, em qualquer situação, domínio do conhecimento e esfera de atividade. As línguas de sinais são para os surdos uma questão que ultrapassa os limites linguísticos, podendo ser considerada sua própria identidade, uma vez que a língua é atividade constitutiva do sujeito. O bilinguismo é uma proposta de ensino que propõe tornar acessível à criança surda duas línguas no contexto escolar - a língua de sinais e a língua escrita. O Bilinguismo para surdos inclui o desenvolvimento da pessoa surda dentro e fora da escola. Dessa forma, é imprescindível que as instituições relacionadas direta ou indiretamente com surdos busquem a garantia do acesso à língua de sinais como língua natural e partam desse pressuposto para o ensino da língua escrita.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Língua de sinais; Bilinguismo; Aprendizagem.

Baixar texto completo

PDF_ico.png