RESGATE DAS BRINCADEIRAS ANTIGAS
PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

Vanessa Borges Pires de Carvalho

Este artigo visa demonstrar a importância de resgatar brincadeiras antigas e trazê-las para o contexto atual da educação infantil, além de propor experiências significativas para o educador trabalhá-las em sala de atividade como um importante recurso pedagógico, aprofundando a reflexão sobre as brincadeiras tradicionais, que fazem parte do universo infantil, e que atualmente estão sendo substituídas por jogos ou uso de outros recursos eletrônicos. Antigamente as crianças não tinham tantos brinquedos estruturados como as de hoje e, por isso, tinham que usar a criatividade para criá-los. As brincadeiras servem como instrumento facilitador da aprendizagem, de estruturação do indivíduo e desenvolve a percepção motora, equilíbrio e orientação espacial, ajuda bebês e crianças a aprenderem a se expressar, lidar com os sentimentos, resolver conflitos e respeitar regras do jogo e da brincadeira.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Brincadeiras Tradicionais; Educação Infantil; Cultura Popular.

Baixar texto completo

PDF_ico.png