EDUCAR PARA OS SEMPRE NOVOS TEMPOS OU COMO AMAR OS PÁSSAROS E TRABALHAR EM UMA FÁBRICA DE GAIOLAS ?

Milene Bazarim

Este ensaio tem como objetivo apresentar algumas reflexões fomentadas no âmbito do componente curricular Paradigmas de Ensino, ofertado a graduandos em Letras da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Essas reflexões estão filiadas ao campo transdisciplinar de estudos da linguagem e se pautam em conceitos como o de complexidade, paradigmas de ensino e inovação. Partindo do pressuposto de que é o olhar que constrói o objeto e de que a opção por um ou outro paradigma nem sempre é uma escolha consciente do professor, a intenção é evidenciar que educar para os sempre novos tempos não significa uma total e abrupta ruptura paradigmática.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Paradigmas de ensino; Complexidade; Inovação.

Baixar texto completo

PDF_ico.png