ANALISE DO LIVRO “PALAVRAS, PALAVRINHAS E PALAVRÕES” SEGUNDO A TEORIA SÓCIO-HISTÓRICA DE VYGOTSKY

João Amauri Barbeto Vieira

O presente artigo apresenta uma análise do livro Palavras, palavrinhas e palavrões de Ana Maria Machado, uma das mais profícuas autoras de literatura infantil no Brasil tendo publicado mais de cem livros no país, muitos deles traduzidos em cerca de vinte países, sob a perspectiva da teoria sócio-histórica de Lev Semenovich Vygotsky (1896-1934), acadêmico pioneiro na construção de uma noção de que o desenvolvimento intelectual das crianças advém em função das interações sociais que estabelece e suas condições de vida. Neste sentido se propõe a trazer em linhas gerais, o que Vygotsky(1896-1934), pressupões em sua teoria acerca do desenvolvimento das funções psicológicas superiores mediadas socialmente em seu desenvolvimento de maneira mais acessível ao estabelecer sua relação a obra de literatura infantil aqui apontada.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Teoria sócio-histórica; Ana Maria Machado; Vygotsky.

Baixar texto completo

PDF_ico.png