ALFABETIZAÇÃO NA PERSPECTIVA DA OBRA PSICOGÊNESE DA LÍNGUA ESCRITA

Maiane Carneiro dos Santos Ferreira

O presente artigo abordará com auxílio de autores/estudiosos, o tema Alfabetização na perspectiva da obra Psicogênese da Língua Escrita. Faz-se necessário na sociedade da informação, na qual tudo se apresenta por escrito, compreender a importância da obra Psicogênese da Língua Escrita no processo de alfabetização e estudar como acontece o processo da construção da leitura e da escrita das crianças nos anos iniciais do Ensino Fundamental. A presente pesquisa baseou-se nos estudos de Barbosa (2008), Mortatii (2006), Ferreiro e Teberosky (1999), Ferreiro (2011), Wieisz (2009) e na teoria piagetiana. Com base nos referenciais teóricos que nortearam esta pesquisa, é possível concluir que o processo de alfabetização se reinventou depois do surgimento da obra Psicogênese da Língua Escrita. Sendo assim, o professor precisa ter em mente qual é o seu papel diante da nova perspectiva de alfabetização. Ele terá primeiro que compreender como a criança se apropria do sistema alfabético, ou seja, identificar por meio de sondagem em qual nível da escrita a criança se encontra, e, posteriormente, desenvolver situações de aprendizagem que possibilite a evolução das crianças.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Criança; Alfabetização; Conhecimento.

Baixar texto completo

PDF_ico.png