TDAH – TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE

Gisele Patrícia de Oliveira

O artigo tem como objetivo demonstrar a dinâmica entre as variáveis familiares e o TDAH da criança que sofre a influência das características genéticas compartilhadas entre pais e filhos e a disfunção familiar tem sido um fator evidenciado nas famílias. Observei discursos das famílias de crianças e adolescentes portadores de TDAH, com o objetivo de identificar as crenças e as atitudes dos pais para com seus filhos, visando compreender melhor a maneira como este transtorno é percebido pela família e como isso interfere em suas atitudes para com as crianças e adolescentes. Esse transtorno por sua vez acaba causando diversas dificuldades na vida familiar, social e pessoal das crianças, dos adolescentes e dos pais e dessa forma acaba contribuindo para o agravamento do quadro. Não são só os sintomas do transtorno que afetam, mas também a ocorrência de abusos emocional e negligência, maus tratos físicos contra as crianças dentro e fora da família. Entre os fatores que contribuem para o agravamento da problemática familiar destacam-se o despreparo dos sistemas de saúde e educação para dar atendimento adequado a estas famílias.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Transtorno da falta de atenção com hiperatividade (TDAH); Relações familiares; Violência; Criança; Escola.

Baixar texto completo

PDF_ico.png