A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR NA EDUCAÇÂO INFANTIL

Marilda José Coelho

Este artigo tem como objetivo, mostrar a importância do brincar na educação infantil, voltando um pouquinho na história da infância percebemos que nem sempre a criança teve a oportunidade de brincar. A constituição da visão de criança em nossa sociedade sempre foi influenciada por fatores políticos, culturais, socioeconômicos, urbanos, educacionais e nem sempre a criança teve garantido este direito. Somente no século XIX é que a criança passou a ser valorizada e a brincadeira passou a ter importância no seu desenvolvimento. Hoje o brincar oferece às crianças a oportunidade de se desenvolverem neurologicamente, cognitivamente, sócio emocionalmente e fisiologicamente de maneira divertida, mas vem perdendo campo para as transformações sociais como confinamentos em espaços restritos e tecnologias que cada vez mais afastam as crianças das brincadeiras livre. Diante deste cenário a escola passa a ter um papel importante, pois é na Educação infantil o local em que este brincar ganha campo e passa a fazer parte do cotidiano da criança, oportunizando ambientes em que a criança interage, cria, inventa. Nestas interações deve se pensar o espaço como um segundo educador, pois é ali que a criança brinca se interage, aprende e se desenvolve. O espaço é um elemento importante a ser observado, juntamente com a função do educador que neste sentido deixa de ser aquele Educador, não como a figura central do desenvolvimento e da aprendizagem, mas como alguém que aprende e permite ao educando aprender de forma mais lúdica possível. E assim ele tem a função de apresentar a brincadeira, envolver a criança com aquela brincadeira, oferecer possibilidade de escolha e garantir a participação de todas as crianças, além de encorajar, observar, incluir e ter um olhar atento para caso precise interferir na brincadeira.

RESUMO:

Palavras-Chave: 

Brincar, Educação Infantil, Desenvolvimento.

Baixar texto completo

PDF_ico.png